O hotel de 10.000 quartos que nunca foi usado

O Hotel Prora é um enorme complexo de edifícios construído entre 1936 e 1939 pelos nazistas como parte de seu programa “Força pela Alegria”. O complexo se estende por três milhas ao longo da praia de areia branca na ilha de Ruegen, no Mar Báltico, na Alemanha. O objetivo era proporcionar atividades de lazer aos trabalhadores alemães e divulgar a propaganda nazista. Os moradores locais chamam Prora de Colosso por causa de sua estrutura monumental.

Mas, durante 70 anos, desde que foi construído, nenhum turista jamais se hospedou neste hotel de 10.000 quartos.

hotel-prora-1
hotel-prora-2

O complexo consiste em oito edifícios idênticos que se estendem por uma extensão de 4,5 quilômetros e estão a cerca de 150 metros da praia. Uma força de trabalho de 9.000 levou três anos para construí-lo, começando em 1936, e os nazistas tinham planos de longo prazo para quatro resorts idênticos, todos com cinema, salões de festivais, piscinas e um cais onde os navios de cruzeiro Strength Through Joy atracariam.

hotel-prora-3

Os planos de Hitler para Prora eram ambiciosos. Ele queria um resort marítimo gigantesco, “o mais poderoso e grande que já existiu”, com 20.000 camas. Cada quarto foi planejado com vista para o mar, enquanto os corredores e saneamento estão localizados no lado terrestre.

hotel-prora-4

Os quartos de 5 por 2,5 metros deveriam ter duas camas cada, um armário e uma pia. Havia banheiros, chuveiros e salões de baile comunitários em cada andar. No meio, um enorme edifício seria erguido, que poderia ser convertido em um hospital militar em caso de guerra.

hotel-prora-5

A guerra realmente aconteceu antes que o edifício pudesse ser concluído e as prioridades de Hitler mudassem. Ele transferiu os trabalhadores da construção para construir a fábrica de Armas V em Peenemünde.

hotel-prora-6

Durante a campanha de bombardeio dos Aliados, muitas pessoas de Hamburgo se refugiaram em um dos quarteirões residenciais e, posteriormente, refugiados do leste da Alemanha foram alojados lá. No final da guerra, esses prédios abrigavam mulheres auxiliares da Luftwaffe.

hotel-prora-7

Após a guerra, Prora foi usada como posto militar avançado do exército da Alemanha Oriental. Após a reunificação alemã em 1990, parte dela foi usada pela Escola Técnica Militar do Bundeswehr e mais tarde para abrigar requerentes de asilo dos Balcãs.

hotel-prora-8

Hoje, todo o lugar ainda está deserto, exceto por alguns quarteirões que foram reaproveitados para outros usos.

hotel-prora-9

Em 2011, um bloco foi transformado em pousada da juventude com 400 leitos e o plano agora é transformar Prora em um moderno resort de férias com 300 leitos que inclui quadras de tênis e piscina e um pequeno centro comercial.

hotel-prora-10
hotel-prora-11
hotel-prora-12
hotel-prora-13
hotel-prora-14